sexta-feira, fevereiro 12, 2010

UMA ILHA BELA

Antigamente e agora tuas ruas correm belas
Com um charme ultrapassado e sempre familiar
De mil verões perdidos e algumas primaveras
De anônimos passantes que adornam esse teu ar.
Marionetes vivos movidos pelo encanto
De quem procura algo sem saber o quê
De quem se sente preso pelo suave espanto
Que em cada casa antiga se deixa perceber.
Eu amo o teu mistério e esse tom dourado
Que o fim de tarde quente tinge em teus solares
Eu amo até o cinzento das chuvas mais pesadas
Que o vento frio pinta no vazio dos bares.
E eu não sinto nada e isso me enternece
De que em algum lugar me cale satisfeitoE guardo meus silêncios de poesia roubada
Do passado em teu presente, o motivo perfeito.É tarde!
Estou perdido...
Preso em teu encanto
Meus olhos se afogam na delícia de teus dias
Tu és parte de mim e eu parte de teu canto
São Luís querida, tu és em mim a poesia.
Em ti me perco à noite, em ti também me encontro,
E danço sem pudores, feliz em pensamento,
Deixando-me embalar na melodia da brisa
Que veste de veludo teu traje de cimento.
Meus sonhos se espalham em cada rua velha
De teu coração lindo e luz ornamental
E eu me embaraço nos laços das lembranças
Que em minha memória fulguram sem igual.
E rio em meu segredo, assim tranqüilamente,
Tu sabes e eu sei que em ti eu fui feliz,
Por isso ainda ecoa em minha alma atenta
A voz que me sustenta: Adoro São Luís!
[David de Sá]

Um comentário:

  1. Quero me perder e logo me encontrar no esconde esconde desse bom lugar, ser no minimo feliz e trazer de ti lembranças na memória. Linda Ilha São Luís do meu, do nosso Maranhão.


    abraços de palmeira

    Vanusa babaçu

    ResponderExcluir

O BRASIL SEM JEITO: O JUIZ SÉRGIO MORO LIBEROU R$ 10 MILHÕES AO CASAL JOÃO SANTANA E MONICA MOURA

Os advogados afirmam que os marqueteiros não podem “trabalhar e auferir renda para seus gastos pessoais e de suas famílias, sendo, então,...