domingo, setembro 05, 2010

EMPRESA MARINE ENERGY QUE EXPLODIU PLATAFORMA NO GOLFO ESTAVA ENROLADA EM VÁRIAS MULTAS

A empresa Marine Energy, dona da plataforma de petróleo que explodiu no dia 02 de setembro Golfo do México já tinha sido multada. A informação é do blog ThinkProgress, do Center for American Progress, grupo político influente no governo Barack Obama. Segundo o blog, a Marine Energy recebeu duas multas ambientais este ano, totalizando US$ 55 mil. Também recebeu outra em 2007, de R$ 30 mil. Parece que as infrações são comuns no grupo. A empresa pertence ao grupo Apache Energy, que recebeu 22 autuações desde 1998, somando US$ 1,74 milhões. Uma delas, deste ano, diz respeito a falta de um equipamento, em uma das plataformas, que evita a descarga de óleo no mar.

A denúncia recente aumenta a pressão para que o governo seja mais rígido para controlar a exploração de petróleo no Golfo do México. Desde o acidente com a plataforma de perfuração da BP, a atividade de exploração de petróleo em águas profundas ficou evidentemente associada ao risco de acidente, com danos para os trabalhadores envolvidos e para o meio ambiente marinho. O governo americano decretou uma moratório nas novas perfuração na região. A perfuração é o momento mais delicado da operação de produção de petróleo, porque os técnicos não sabem precisamente como são as condições de pressão do reservatório de gás e petróleo sob o mar. Também a plataforma de exploração tem menos sistemas de segurança do que uma plataforma de produção. Por isso, o foco do debate eram as novas perfurações. Mas agora o acidente aconteceu em uma plataforma de produção, em águas mais rasas que a da BP.

Embora os danos, por enquanto, sejam incomparavelmente menores, o novo acidente cria pressão para que as medidas de controle da indústra de petróleo sejam ainda mais rígidas.

Fonte:Época on-line

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O BRASIL SEM JEITO: O JUIZ SÉRGIO MORO LIBEROU R$ 10 MILHÕES AO CASAL JOÃO SANTANA E MONICA MOURA

Os advogados afirmam que os marqueteiros não podem “trabalhar e auferir renda para seus gastos pessoais e de suas famílias, sendo, então,...