quinta-feira, dezembro 16, 2010

“COMO RESGATAR O FUTEBOL MARANHENSE”.

Este foi o tema central de um concorrido e demorado painel, realizado hoje (16), na Câmara Municipal de São Luís, solicitado pelo presidente da Casa, Antonio Isaias Pereirinha (PSL).

Integraram a mesa da solenidade: o secretário Municipal de Desporto e Lazer, Raimundo Carlos Goiabeira; o presidente do Sampaio Correa e da Associação Maranhense dos Clubes de Futebol Profissional (Ama Clube), Sergio Frota; o presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado do Maranhão, José Carlos Oliveira de Araújo; o presidente da Associação de Garantia dos Atletas Profissionais do Estado do Maranhão (AGAP.MA), Juca Baleia; o presidente da Federação Maranhense de Futebol, Alberto Ferreira; e o presidente da Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do MA (Aclem), Técio Dominici.

Em seu pronunciamento inicial, Pereirinha afirmou que o objetivo primordial do painel é dar uma nova dinamicidade à atuação do futebol profissional do Maranhão que, segundo ele, “se encontra numa bancarrota e entregue às baratas”. O vereador ressaltou que no painel também serão discutidos os mecanismos e saídas para essa questão. “Temos de ser muito objetivos no nosso intento. Por isso, estamos propondo a elaboração de um documento, assinado por todos os representantes das entidades envolvidas com essa questão. Queremos que este documento seja uma espécie de regimento para, a partir de agora, encontrarmos saída para o tão necessitado futebol maranhense”, enfatizou Pereirinha.

“Não queremos ficar a vida inteira com o pires na mão. Queremos dar um pontapé, uma alavancada, para depois começarmos realmente a caminhar com os próprios pés”, insistiu Pereirinha. Ele prosseguiu, defendendo: “No dia em que os nossos dirigentes entenderem que o esporte, o futebol dá tanto emprego, oportuniza tantas coisas, e que também o futebol é educação, e o esporte é saúde, segurança, além de entretenimento, temos certeza que as políticas de esporte serão feitas com o maior respeito, carinho, a quem faz o esporte”.

O presidente da Câmara informou ainda que, na próxima semana, acontecerá uma audiência com o governo do estado e a prefeitura para tratar dessa questão. Também deverá acontecer, em breve, uma reunião com a Assembléia Legislativa para dar continuidade à discussão, além de visitas a setores da iniciativa privada.
 Fonte: Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEIO AMBIENTE: BOLSA VERDE

É um programa de transferência de renda para famílias em situação de extrema pobreza que vivem em áreas de relevância para a conservação ...