terça-feira, março 29, 2011

GUERREIRO

Morreu aos 79 anos, nesta terça (29), às 14h45, o ex-vice-presidente da República José Alencar.

Na última das várias internações, Alencar estava desde segunda (28) na Unidade de Terapia Intensiva do hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Ele lutava contra o câncer havia 13 anos, mas nos últimos meses, a situação se complicou.

Essa frase ficou eternizada.

 “Se Deus quiser que eu morra, ele não precisa de câncer para isso. Se ele não quiser que eu vá agora, não há câncer que me leve”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LAVA JATO: O PROBLEMA NÃO É A EXTENSÃO DO SIGILO DAS DELAÇÕES, MAS A CULTURA DO VAZAMENTO

Parece que o Supremo Tribunal Federal promoverá um ajuste para deixar as futuras delações premiadas em sigilo por mais tempo. Muito bem....