segunda-feira, julho 04, 2011

ROSE SALES CONSEGUE COM MINISTRO A PRORROGAÇÃO DE CONVÊNIOS VIA FUNDEB

Numa audiência com o ministro Fernando Haddad, da Educação, na semana passada, em Brasília, a vereadora Rose Sales (PCdoB) conseguiu apoio para a manutenção dos convênios com as escolas comunitárias, via recursos do Fundeb, que estão previstos para serem suspensos no final deste ano. A revelação foi feita pela própria parlamentar na manhã desta segunda-feira, (04), ao fazer pronunciamento no horário destinado ao pequeno expediente, na Câmara Municipal de São Luís com objetivo de “compartilhar com os colegas vereadores e a população os resultados da audiência o ministro da Educação e as conquistas obtidas nela”, acentuou ela.

Durante o encontro na capital federal, o ministro confirmou para a vereadora comunista o fim dos contratos, mas mostrou disposição em manter a permanência dos mesmos, tendo sugerido a apresentação de uma lei no Congresso Nacional com este objetivo, cujo projeto será apresentado pelo senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), que acompanhava a vereadora durante a audiência. O ministro disse ainda que a proposta terá o aval do seu Ministério. Rose Sales apresentou a Fernando Hadad um relatório sobre o “desmonte da política municipal de educação em São Luís”, e um elenco de solicitações, que foram apreciadas.

“A manutenção dos recursos para as escolas comunitárias irá beneficiar não só as crianças e a população em situação de vulnerabilidade socioeconômica de São Luís, mas de milhões em todo Brasil, e tem um alcance muito grande”, fez questão de frisar Rose Sales. Para o titular da pasta da educação, a vereadora do PCdoB apresentou o quadro das cerca de 300 creches comunitárias, que funcionam devido ao voluntarismo dos profissionais das escolas comunitárias e falou também sobre os atrasos por parte do município nos repasses do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Para o ministro da Educação, Rose Sales destacou o cenário da educação em São Luís, como a problemática dos anexos com atrasos nas locações, estrutura física que compromete a segurança; educadores contratados, carência de profissionais da educação; formação de educadores comunitários; transporte digno para os estudantes, exemplificando que na localidade de Jacamin, onde os alunos enfrentam problema como pagamento de combustível para embarcações, entre outros. Todos os assuntos tratados no Ministério da Educação foram transmitidos para a presidente Dilma Roussef, por meio de uma carta de Rose Sales entregue pelo senador Inácio Arruda.
Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RÁDIOS COMUNITÁRIAS – SERÃO ENTREGUE 70 KITS DE COMUNICAÇÃO

Pensando na democratização da informação no Maranhão, a Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (SECAP) distribu...