quarta-feira, agosto 17, 2011

VEM AÍ O NOVO CASTELÃO!

O secretário de Estado de Infraestrutura, Max Barros, apresentou, em coletiva à imprensa realizada nesta terça-feira (16), detalhes do projeto de conclusão da reforma do Estádio Castelão. Participaram do evento os secretários Joaquim Haickel (Esportes), Victor Mendes (Meio Ambiente), os deputados estaduais Roberto Costa (PMDB), Jota Pinto e Raimundo Louro (PR), e o prefeito Zito Rolim (Codó).

Secretários, deputados e prefeitos acompanham as explicações de Max Barros.

De acordo com Max Barros, o processo será imediatamente encaminhado à licitação, que deve durar dois meses e a obra custará, no máximo, R$ 25 milhões – o projeto anterior, elaborado pela empresa que realizou a primeira parte da reforma no governo Jackson Lago, estimava em R$ 50 milhões o custo do serviço.
 A expectativa do governo é entregar um estádio totalmente novo à comunidade no dia 8 de setembro do ano que vem, como parte das comemorações pelos 400 anos de São Luís. “A reforma fará do Castelão um estádio ultramoderno, que atende a todas as exigências da Fifa e do Estatuto do Torcedor no que diz respeito ao conforto e à segurança do público. Será mais um presente do Governo do Estado à cidade de São Luís”, destacou Max Barros.

Conforme o projeto apresentado na Sinfra, o novo Castelão terá sua capacidade de público reduzida de 72 mil para 40 mil lugares – todos com cadeiras anti-vandalismo –, tudo para atender às exigências de segurança da Fifa e da legislação brasileira. No padrão antigo, por exemplo, o espaço destinado a um torcedor era de 30 cm, agora, ele deve ser de, no mínimo, 45 cm.

“Apesar de um queda de cerca de 45% na capacidade do estádio, o que fizemos foi para atender normas de seguranças. Apesar disso, em termos percentuais a perda de espaço será menor que em estádios como o Maracanã e o Mineirão”, destacou o secretário.

A reforma contempla, ainda, a recuperação de vias de acesso, instalação de catracas eletrônicas, 22 câmeras para CFTV, adaptação total aos portadores de necessidades especiais (inclusive nos banheiros), instalação de 12 cabines de rádio e quatro cabines de TV, todas climatizados; dois centros de imprensa, uma sala de entrevista coletiva e moderno sistema de iluminação – com instalação de 75 novos holofotes na marquise e 70 nas duas torres.
Fonte: DécioSá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O BRASIL SEM JEITO: O JUIZ SÉRGIO MORO LIBEROU R$ 10 MILHÕES AO CASAL JOÃO SANTANA E MONICA MOURA

Os advogados afirmam que os marqueteiros não podem “trabalhar e auferir renda para seus gastos pessoais e de suas famílias, sendo, então,...