quarta-feira, dezembro 12, 2012

COMITÊ EM FAVOR DO CONSELHO TUTELAR COHAB COHATRAC FAZ REFLEXÃO SOBRE AÇÕES REALIZADAS

O ano de 2012 tem sido muito importante para o debate em torno dos direitos das crianças e adolescentes do Eixo Cohab Cohatrac. Em maio foi dado um importante passo: os Conselhos Comunitários de Segurança Pública dos 6º e 13º ( Cohab e Cohatrac ) pautaram o assunto e deliberaram a criação de um Comitê que se encarregaria de fazer um movimento de sensibilização nas comunidades que serão assistidas pelo Conselho Tutelar Cohab Cohatrac.
Em 14 de junho, o Comitê tomou posse e fez a primeira audiência, com a presença do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e o Conselho Tutelar da Vila Luizão (CTVL). Outras cinco audiências foram realizadas, sendo que a última aconteceu no dia 29 de novembro de 2012, no Complexo Apostólico de Purim CAP, no Cohatrac IV.
Ao todo foram 107 ofícios encaminhados às escolas, entidades sociais e igrejas, resultando na presença total de 167 pessoas dos mais variados segmentos. Avaliamos que estes momentos foram de importante relevância, pois permitiu esclarecimentos diversos e respostas à perguntas do tipo: Por que o conselho não foi criado ainda? Onde será instalado? O que faz um Conselho Tutelar? Qual a responsabilidade da Prefeitura de São Luís?
Concomitantemente, está acontecendo a coleta de 5 mil assinaturas que serão entregues à Câmara Municipal de São Luís pedindo criação de Lei que traga solução para esse impasse que atinge não só o eixo Cohab - Cohatrac, bem como Anil - Bequimão e Cohama - São Francisco.
Enquanto o conselho não é instalado, o comitê já planeja ações para 2013. Vamos realizar o I Festival Infantojuvenil do Eixo Cohab Cohatrac: um dia inteiro de cultura e lazer; serão feitas duas Audiências Públicas em que a comunidade tomará conhecimento das ações do Conselho Tutelar da Vila Luizão, que atende às demandas do eixo; Realizaremos uma campanha intensiva de divulgação dos contatos do CTVL.
Por fim, a parte da comunidade está sendo realizada, ficando a bola na mão da Prefeitura de São Luís, a financiadora das ações, que, agora, sob novo comando, haverá de dar resposta à essa tão justa demanda.
 
Fonte: Camilo Gomes da Rocha Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ORLA METROPOLITANA: PONTOS PRÓPRIOS PARA BANHO

O laudo semanal de balneabilidade, divulgado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), aponta que 19 dos 21  ...