quinta-feira, janeiro 17, 2013

FIEMA PREMIA 10 ESCOLAS MARANHENSES

O Sistema Fiema, através do Serviço Social da Indústria (Sesi), premiou 10 escolas municipais nesta quinta-feira, 17. O prêmio “Construindo a Nação” foi entregue para escolas de seis municípios maranhenses - São Luís, Imperatriz, São José de Ribamar, Caxias, Bacabal e Santa Inês. A premiação está em sua 11ª edição e aconteceu durante o I Congresso de Educação do Sistema Fiema.

Foram premiados, ao todo, 12 projetos distribuídos em cinco categorias, que foram desenvolvidos e avaliados em 2012, pelo Instituto de Cidadania Brasil junto com outros 34 projetos inscritos.

Premiação

Quatro escolas da capital foram premiadas, e sete do interior. O maior destaque ficou por conta da Escola Sesi Presidente Médici, de Bacabal, que levou dois prêmios: 1º lugar na categoria Ensino Fundamental, com o projeto “ Inclusão e Acesso a Cidadania”; e menção honrosa da categoria Ensino Infantil , com o projeto “Horta na escola: uma ideia sustentável”.

Para a diretora da escola de Bacabal, Maria Magna Nascimento, receber os dois prêmios foi um reconhecimento do trabalho que o grupo de professores da escola fez com os alunos da educação infantil e ensino fundamental. “O reconhecimento nos dá mais energia para melhorar o nosso trabalho e é resultado do esforço que todos os professores e colaboradores da escola fazem o ano inteiro, afirmou.

Além dos projetos de Bacabal, foram premiados projetos que buscavam a ampliação da consciência dos alunos e a maior parte dos projetos premiados buscavam raízes das comunidades em que estão inseridas.  Este é o caso do 3º Fórum de Negritude, projeto apresentado pelo Cento de Ensino Padre Chagas, de Santa Inês, que levou o prêmio de 2º lugar na categoria Ensino Médio.
A gestora da escola de Santa Inês, Maria José Bezerra Ferreira, afirmou que o projeto teve um alcance interestadual, por ter atraído pessoas de outros estados, como o Piauí. “O projeto trabalhou a conscientização dos nossos alunos quanto à sua etnia quanto a questão da cidadania. E o prêmio dado pelo Sesi é um reconhecimento e dá mais incentivo. Tenho certeza que esta premiação no nosso currículo dá um alcance maior do que podemos imaginar”, observou a gestora.

Na solenidade de entrega do prêmio “Construindo a Nação” ainda estiveram presentes o vice-prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio, e o presidente da Fundação  Pitágoras, Rui César Rezende de Souza.

Confira o quadro da premiação:
SEGMENTO
LUGAR
ESCOLA
PROJETO
Educação Infantil
Menção Honrosa
Escola Presidente Médici – Sesi Bacabal
Horta na escola: uma ideia sustentável
Ensino Fundamental
1º lugar
Escola Presidente Médici – Sesi Bacabal
Inclusão Acesso a Cidadania
2º lugar
E.M. Liceu Ribamarense – São José de Ribamar
Presença indígena na sociedade atual – regaste da História Indígena de São José de Ribamar
3º lugar
Escola Marly Sarney – Sesi Imperatriz
De olho no óleo
Ensino Médio
1º lugar
Centro de Ensino Pio XII – São Luís
Drogas? Nem pensar, to fora!
2º lugar
Cento de Ensino Padre Chagas – Santa Inês
III Fórum sobre negritude
Educação de Jovens e Adultos
1º lugar
Escola Raimundo Costa Sobrinho – Caxias
Vivendo a Paz
2º lugar
Unidade Integrada José Giorceli Costa
São Luís do maranhão: 400 anos de história e paixão
Destaque Social
1º lugar
Unidade de Educação Básica Zebina Eugênia Costa – São Luís
Cuidar: eu cuido, tu cuidas e nós cuidamos.
2º lugar
Unidade Integrada Duque de Caxias – São Luís
Caxias da Leitura em ação no VI Centenário de São Luís do Maranhão
Fonte: Idifusora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SUSTENTABILIDADE: GARRAFA ECOLÓGICA QUE FILTRA ÁGUA SUJA

A contaminação da água encanada tem sido um problema recorrente na vida dos brasileiros. Diversas análises e estudos indicam que cada vez...