segunda-feira, agosto 31, 2015

GT DO COMITÊ DA PRAÇA RUY FRAZÃO

O prefeito Edivaldo esteve na manhã deste domingo (30) vistoriando obras de pavimentação na Vila Progresso, Vinhais, e na Cohab, e ações de revitalização da praça Ruy Frazão, na Cohab. “Estamos com uma série de obras de mobilidade por toda a cidade e faço questão de acompanhar in loco o andamento dos serviços. Todas essas ações de recapeamento e de pavimentação vão permitir expandir a fluidez do tráfego e interferir diretamente no desenvolvimento das áreas beneficiadas”, comentou o prefeito Edivaldo.
Na Vila Progresso, os serviços estão sendo executados na Rua da Vitória e Rua Projetada. No Recanto dos Vinhais, todas as vias que estavam com deformidades na pista ou que comprometiam a trafegabilidade e a mobilidade estão sendo recapeadas.
“Estou achando ótimo. Antes era ruim e já melhorou quase 100%. O asfalto ajuda muito para desenvolver até o comércio, todo mundo está satisfeito com as ruas asfaltadas”, comentou Nestor Rodrigues, que mora na Rua da Vitória, uma das vias já pavimentadas na Vila Progresso.
Na Cohab, a requalificação da pavimentação está sendo executada pelo programa Mais Asfalto. Os conjuntos 2 e 3 já foram contemplados com a pavimentação e agora as ações chegam ao conjunto 4 da Cohab.
O prefeito Edivaldo aproveitou a oportunidade e conversou com moradores da área, recebendo o carinho da população. Ele acompanhou o trabalho de reforma e requalificação da praça Ruy Frazão, na Cohab. A pintura dos canteiros e a ornamentação da praça tem mobilizado, além da equipe da Prefeitura, a  própria comunidade, que solicita as intervenções que considera pertinentes ao espaço. O trabalho integra a parceria que o poder público municipal tem firmado com a população no cuidado conjunto dos espaços públicos, com ações de conscientização e discussão de demandas prioritárias, a partir da formação dos Comitês Gestores.
Ao todo, a Prefeitura já instituiu 40 comitês em São Luís, através do programa “São Luís, Cidade Jardim”, por meio do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur). “Os comitês zelam e resguardam o beneficiamento propiciado nas praças pela gestão municipal e são aliados fundamentais para a conservação destes espaços. Estamos juntos, Prefeitura e população, para garantir uma cidade cada vez mais bonita, limpa e agradável”, disse o prefeito Edivaldo.

Na próxima terça-feira (2), haverá pintura artística do piso e pinturas que integram atividades infantis, como a brincadeira amarelinha. Neste domingo (30), as crianças do bairro se divertiram, marcando as mãozinhas pintadas de tinta nos bancos da praça, espaços que também serão destinados a atividades lúdicas.
“Este é um momento histórico, demarcador de um espaço que é retomado pela comunidade. Este é um momento de fazermos juntos, poder público e população, esse controle, de verificar potencialidade do espaço e ter as intervenções reais e efetivas. Estamos trabalhando com cidadania real e efetiva, envolvimento e participação popular, pensando na comunidade como protagonista desse momento. Esta é uma apropriação coletiva que visa ao bem comum”, disse a historiadora Dorian Azevedo, moradora da região e integrante do Comitê Gestor da praça.

Fonte: Jorge Aragão

terça-feira, agosto 25, 2015

A COMUNIDADE DO VINHAIS EM FESTA

Em um evento realizado pelo Comitê das Praças do Vinhais (Rua do Arame), com a presença do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e Vereador Prof. Lisboa (PC do B), foi assinado Ordem de Serviços para reforma da Praça do Letrado, no bairro. A obra da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação é o passo inicial para uma série de reformas de praças no bairro. As obras começam já nesta terça-feira (25/08/15), através de uma luta incessante do Vereador Lisboa (PC do B), que participou de todos os processos para que esse sonho da comunidade de transformasse em realidade.

terça-feira, agosto 18, 2015

CONVOCAÇÃO GERAL!

Dia 05/06, uma parte da liderança dos bairros da Cohab, Cohatrac e adjacências reuniu-se no CSU Cohab Anil para debater a possibilidade de fazer-se a integração sociocomunitária deste conglomerado, objetivando unificação de lutas pela melhoria na qualidade de vida. O debate foi muito bom e apontou para a construção de um fórum. Estiveram presentes ao evento 24 comunitários, que tomaram conhecimento do evento por meio das redes socais. Como encaminhamento, dia 13/06, na Associação dos Moradores do Cohatrac I, tivemos nova reunião que aprofundou a proposta do fórum e deliberou pela constituição de uma comissão composta de 10 pessoas ( Camilo Rocha, Washington Duarte, Maurício Cutrim, Dorian Azevedo, Reginaldo Bordalo, Richardson Cesar, Claudia Cutrim, José Gomes(Caburé), Messias Nicodemos e Marinalva Rosa) que levantaram subsídios para a construção de um fórum comunitário. Naquela oportunidade, tivemos a presença de 26 pessoas que também tomaram conhecimento da reunião pelas redes socais. A comissão reuniu-se e ratificou a ideia, propondo a seguinte nomeclatura: FORUM COMUNITARIO DO COMPLEXO COHAB COHATRAC e delegou a dois integrantes da comissão ( Camilo Rocha e Dorian Azevedo) a incumbência de preparar uma proposta de regimento. Dia 08/08, a proposta foi validada dentro de um produtivo debate, onde prevaleceu a ótica do fortalecimento dos movimentos sociais. Agora, apresenta-se para o momento a tarefa de instalação do fórum para inicio dos trabalhos. Neste sentido, convidamos todas as lideranças sociais e demais pessoas interessadas no assunto para uma reunião no dia 22/08/2015(sábado), a partir das 16h30, na Associação dos Moradores do Cohatrac I, que terá como objetivo debater a agenda das próximas ações, visando a efetivação do fórum.

Comissão Pré Fórum Comunitário do Complexo COHAB COHATRAC

segunda-feira, agosto 17, 2015

POR QUE NÃO BATO PANELAS?

Professor Juvenal Lima Gomes
Não bato panelas porque vejo que ela anda mais cheia entre os mais pobres nos últimos 12 anos. Moradores de favela entraram na universidade e dobraram-se o número de universitários no país. Nossa taxa de desemprego é uma das menores do mundo subdesenvolvido atual. O Brasil possui leis que ajustam o aumento do salário mínimo ao crescimento do PIB (Produto Interno Bruto). Empregadas domésticas passaram a ter direitos trabalhistas como todo trabalhador e milhares de pessoas passaram a ter casa própria, sem falar é claro e principalmente, milhões de brasileiros deixaram de passar fome.
Não bato panelas porque sei que o Brasil possui um Congresso Nacional com 513 deputados federais e um senado com 81 senadores, cuja maioria estão aprovando projetos que aumentam as despesas do país de forma irresponsável e com o único objetivo de tornar a presidente Dilma impopular. Além disso, esses mesmos deputados e senadores possuem o poder de fazer as reformas políticas, sociais e econômicas que o país precisa e não o fazem apenas por interesses politiqueiros e, sobretudo, financeiros.
Não bato panelas porque sei do interesse de países estrangeiros, como os Estados Unidos, em desestabilizar a economia brasileira, sobretudo, com a desvalorização de estatais como a Petrobrás. Há um forte ataque aos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) no intuito de que essas economias ou Estados não criem alternativas a dependência econômica de Estados Unidos e potências europeias.
Não bato panelas porque não concordo com a parcialidade da TV Globo, Bandeirantes e a grande mídia, que ao perder bilhões de reais em propagandas garantidas por governos elitistas ligados ao PSDB e outros partidos da tradicional direita brasileira, agora apoiam um golpe no país para recuperarem suas perdas financeiras.
Não bato panelas porque sei e senti exatamente o que significa ser governado pelo PSDB e partidos da tradicional direita brasileira a ele ligados. A prática de uma política preocupada com os mais ricos e que trata os movimentos sociais, sobretudo, professores, a base de bombas, chutes e ponta pés.
Não bato panelas porque sei que a corrupção não é uma invenção do PT e que embora a corrupção esteja sendo combatida no governo atual, isso não significa que ela esteja acontecendo apenas agora. Não bato panelas porque não concordo com uma justiça parcial que julga suspeitos de irregularidades conforme interesses políticos e financeiros. Arquivando e engavetando todo e qualquer processo que diga respeito a tradicional elite política do país.
Não bato panelas porque sei que esse movimento que se diz apartidário é patrocinado pelos setores mais conservadores de nossa sociedade. Os mesmos que perderam a eleição para a presidenta Dilma em 2014 e agora tentam impor um clima de que o país esta fora de controle e que eles são a melhor solução.
Não bato panelas porque não apoio o projeto de golpistas que querem interromper o mandato da presidenta Dilma. A elite brasileira percebeu que através das eleições esta difícil conquistar o apoio da maioria da população para seus projetos de poder, em benefício de uma minoria no país.

Enfim, não bato panelas porque sei que os golpes políticos nascem da preocupação de uma elite ocupada com seus próprios interesses e que esses golpes se tornam ditaduras que matam a democracia, calam os opositores, aumenta a pobreza dos mais pobres, impede o real crescimento do país, promovem a morte e o sofrimento. Não bato panelas porque não sou a favor do retrocesso. Acredito que a educação é a verdadeira revolução que nosso país precisa. Não bato panelas porque não sou a favor de nenhum projeto de poder fundamentado na ignorância das pessoas.

domingo, agosto 16, 2015

MOMENTO HISTÓRICO PARA A COMUNIDADE

Feliz com a festa do primeiro café de integração da Praça Ruy Frazão, localizada na Avenida João Braulino de Carvalho, entre as ruas 22-24, Cohab Anil II.






Fonte:
Mestra Dorian


quarta-feira, agosto 12, 2015

ATENÇÃO: QUEREM CRIAR UMA TAXA ÚNICA NO SUS

Um grupo de senadores apresentou ontem ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, um pacote com 28 medidas para combater a crise econômica. As ações estão estruturadas em três eixos: melhoria do ambiente de negócios, equilíbrio fiscal e proteção social. É fundamental que o Congresso contribua com ações para sairmos o mais brevemente desta crise, porém, não vale tudo. Uma das medidas propostas é bastante polêmica, a possibilidade de cobrança por procedimentos realizados no Sistema Único de Saúde (SUS), de acordo com a faixa de renda. 
Não vejo com bons olhos essa medida. A maior parcela da população que utiliza o SUS é de baixa renda e uma parte da classe-média. Antes de discutirmos o pagamento de procedimentos no SUS, temos que implementar uma boa administração dos recursos públicos que financiam a saúde, alvo de extrema corrupção e má gestão. O brasileiro já tem uma elevada carga de impostos e não é razoável que se pague por serviços básicos, que teoricamente deveriam ser custeados por impostos. Vamos aguardar o desenrolar do assunto, tenho certeza que os parlamentares vão amadurecer esta e outras medidas propostas.

Fonte: Romário

terça-feira, agosto 11, 2015

ADVOGADA BOLIVIANA CONSTRÓI 300 CASAS IMPRESSIONANTES DE GARRAFA PET PARA FAMÍLIAS CARENTES!

Ingrid Vaca Diez, uma advogada boliviana apaixonada por artesanato, teve a ideia para ajudar as pessoas que passam por situação de extrema pobreza, a ponto de não ter onde morar. Foi então que passou a pesquisar com seriedade sobre a possibilidade de usar materiais reciclados para construir casas. Ela descobriu que poderia usar garrafas pet para construção das casas e foi em frente com o projeto que chamou de Casas de Botellas (Casa de Garrafas).
Foi em uma pesquisa minuciosa, juntando uma informação aqui e outra ali que Ingrid descobriu que a junção de certos ingredientes resultariam em uma espécie de cimento sustentável. Os ingredientes eram: garrafas de vidro trituradas, cimento, cal, areia, cola, sedimentos, resíduos orgânicos, aros e glicose.
Assim, no ano 2000, ela construiu sua primeira casa que teve 170 m² e contou com 36 mil garrafas PET de dois litros. O método é simples: as garrafas, recheadas de resíduos e sedimentos diversos, formam as paredes. Depois de serem amarradas, elas são fixadas com cal e cimento. Com a experiência de 15 anos operando no projeto Ingrid garante que é possível construir uma casa em apenas 20 dias, contando com a ajuda dos futuros moradores. Ao todo, ela já ajudou a construir 300 lares para pessoas carentes usando unicamente está técnica. Para construção, ela conta com doações de restos de outras construções para obter materiais de acabamento do imóvel.

REIVINDICAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DOS CORREIOS NO COHATRAC

Segundo a reivindicação o local era uma panificadora agora foi alugada para os Correios (Central de Entrega), inaugurado no dia 01/08/15 sem a menor condição de trabalho, a paralisação pauta-se pela falta de equipamentos básicos como: ar condicionado e falta energia elétrica, cadeiras, mesas, etc...

terça-feira, agosto 04, 2015

COMITÊ DA PRAÇA DO FORQUILHÃO

Foi realizado no dia 02/08/15, um café da manhã seguido do mutirão da limpeza da referida Praça, já com a implantação do comitê. Mais uma conquista de iniciativa popular em prol da revitalização da praça.

Foi maravilhoso com a presença do Secretário Municipal do Instituto de Paisagismo Urbano - IMPUR o Sr. Luiz Borralho.


Foi tudo de bom, valeu! Vamos que vamos! Avante São Luís!

Fonte:
Marinalva

domingo, agosto 02, 2015

INÉDITO: O VERDADEIRO PROCESSO PARTICIPATIVO POPULAR EM NOSSO ESTADO


O Governo de Flávio Dino está garantindo uma autêntica participação popular na sua gestão, o governo criou um Sistema Estadual de Participação Popular – um conjunto de medidas institucionais que busca a articulação, fortalecimento e aperfeiçoamento dos instrumentos e instâncias dos eixos de participação.
 Os objetivos do Sistema Estadual de Participação Popular são:
·         Garantir a legalidade, institucionalidade e organização das diversas formas e etapas de participação;
·         Facilitar a atuação dos agentes individuais e coletivos (pessoas, grupos, instituições, segmentos) por meio de múltiplas formas de relacionamento, diálogo e participação;

·         Oportunizar processos de aprendizagem tanto para os agentes públicos quanto para a população no que se refere às possibilidades e formas de comunicação, diálogo e participação.

PRAÇA CIDADÃ: ATIVIDADES DE AÇÃO SOCIAL NA PRAÇA 12 DE OUTUBRO

Foi realizado neste sábado praça 12 de outubro (27/05), uma ação social, onde foi oferecido para toda a comunidade do complexo Cohatrac afe...