terça-feira, janeiro 12, 2016

DEBATE: ESCOLA PEDE, EM LISTA DE MATERIAL, BRINQUEDOS POR GÊNEROS E É ALVO DE CRÍTICAS

Folhas de janeiro voando do calendário, aquele clima de volta às aulas já surge na casa de muitas famílias pelo Brasil. No entanto, naquelas onde moram os alunos do colégio O Bom Pastor, em São Luís (MA), chegou esta semana um comunicado um tanto quanto polêmico, com a já tradicional lista de material didático necessário para o ano letivo da criançada.
No informe, além dos materiais cotidianos, há uma seção com a solicitação de apoio pedagógico, que traz jogo da memória, bambolê e dominó. De repente, surge um trecho que solicita, separadamente por sexo, um kit de ferramentas (para meninos) e um kit de cozinha ou cabeleireiro (para meninas).


Nas redes sociais, a reação de muitas pessoas foi de repúdio ao comunicado. Tia de um aluno de 3 anos do colégio, Caroline Poupette desabafou: “Absurdo ! Meu sobrinho de 3 anos estuda lá e já está cheio dessas idéias "boneca é de menino, boneco é de menino. Mulher não joga bola.". E eu tentando mudar esse forma dele de pensar, dizendo que não é assim e explicando, mas parece que eles incrustam essas idéias na criança!”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMITÊ DE PRAÇA: JARDINAGEM PEDAGÓGICA

A Jardinagem Pedagógica é um projeto que tem a "construção de saberes e convivências" como base. Teve sua preexistência na Pra...