segunda-feira, março 21, 2016

MEIO AMBIENTE: CIENTISTA ITALIANO CRIA TINTA QUE ABSORVE POLUIÇÃO

A Faculdade de Engenharia Química da Universidade de Roma, La Sapienza, descobriu uma tinta que acaba com a poluição. A tinta foi testada no túnel Umberto I, de 9 mil metros. Foi feita uma pesquisa sobre os níveis da sujeira do ar lá dentro. Depois de pintado, uma nova pesquisa revelou um corte de 51% dos gases poluentes. Se alguém atravessar, a pé, os 400 metros deste túnel, vão sentir que o cheiro de gás carbônico realmente diminuiu.

O que parece uma simples tinta pode se tornar um instrumento eficaz contra a poluição. Feita a base de cimento, e de um princípio ativo fotocatalítico, a tinta é capaz de "engolir" a poluição do ar e reduzir pela metade. Os testes de laboratório mostram os gases de escapamento entrando numa caixa de acrílico, que reproduz um prédio pintado com a tinta antipoluição. Assim que a luz é acesa, ativa as substâncias presentes na tinta, como o dióxido de titânio, reduzindo imediatamente os níveis dos poluentes, em mais de 50%. Assim que a luz é apagada, os níveis voltam aos valores iniciais.


Com essa tinta, em uma parede de 1m² pintada possui o mesmo efeito de uma árvore alta. Cem metros quadrados eliminam os gases poluentes produzidos em um ano por 12 automóveis. Dentro de casa, a tinta pode comer bactérias, vírus e fontes de mal cheiro em até 90%. A tinta está sendo testada em superfícies de metal. Em breve, até os carros poderão engolir a poluição que produzem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPLEXO COHATRAC: CIÊNCIA NA PRAÇA

Mais uma edição do projeto “Ciência na Praça” será realizada em São Luís. Dessa vez o bairro beneficiado com as atividades será o Cohatrac....