quarta-feira, março 01, 2017

INTERNET: YOUTUBE X TELEVISÕES

O YouTube, gigante dos vídeos online, agora também é YouTube TV, um serviço de televisão via streaming que custará 35 dólares por mês. As principais emissoras como:  ABC, CBS, NBC e FOX irão apostar nessa plataforma. No entanto, algumas redes importantes optaram por – pelo menos neste primeiro momento – não entrar no serviço: Turner (CNN, TBS, TNT), Viacom (MTV, Comedy Central), AMC Networks, Discovery Communications, Time Warner, A+E Networks, Showtime, HBO.

Basicamente, as emissoras que optaram por ficar fora do serviço são aquelas que têm (salvo excessões) serviços fortes de conteúdo sob demanda. Em função disso, numa leitura preliminar, essas empresas não vão querer fortalecer um produto da concorrência a menos que saiam ganhando com isso.
Alguns dados mostram que o movimento do Google é mais que acertado ao reunir as TVs em torno de uma marca já conhecida como o YouTube, que tem números como um bilhão de horas de vídeos assistidas por dia. A audiência da TV pela internet só cresce (65% no passado) e, hoje, alguns programas do horário nobre têm entre 30% e 40% da audiência vindos da web. É muita coisa!
Para alguns canais, a parceria com o YouTube TV pode ser a oportunidade de ouro para fidelizar uma audiência ainda não alcançada. Para outros, no entanto, pode ser um tiro no pé para os negócios digitais em andamento. O dilema das empresas é garantir bons resultados no online sem “matar” a audiência da televisão. Enquanto isso, o YouTube tem de se preocupar em concentrar esforços “apenas” no digital.

De um modo ou de outro, esse lançamento está sendo muito bem visto pelos anunciantes que sabem das vantagens financeiras e do retorno que as plataformas digitais têm garantido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CIDADANIA FISCAL: CONTROLE DEMOCRÁTICO DOS RECURSOS PÚBLICOS

Américo Silva - a esquerda  Cidadania Fiscal foi a pauta do Programa Fala Comunidade de ontem, 16/07. Contamos com a participação de Am...