domingo, setembro 25, 2011

10 ANIMAIS ESQUISITOS AMEAÇADOS DE EXTINÇÃO.

Mas com tanta espécie no reino animal, já era de se esperar que houvesse bichos ameaçados de extinção dos quais você ainda não tinha ouvido falar.
 Dugongo

Parente do peixe-boi e da vaca-marinha, este mamífero herbívoro se alimenta de algas marinhas que crescem no fundo do mar. Possui uma “tromba”, que na verdade é uma boca muito flexível que permite que o dugongo nade olhando para frente enquanto come a sua graminha. Esses animais se espalhavam pelos oceanos Pacífico e Índico, sempre perto da costa, mas agora sua presença se restringe a locais perto da Austrália - a Grande Barreira de Corais e o Estreito de Torres. Esta espécie está ameçada por causa de sua carne e seu óleo. Seu parente mais próximo era o Dugongo de Steller, que foi extinto no século XVIII.


Axolote

Atenção, este animal não é um pokémon! É um tipo de salamandra aquática bonitinha e sorridente. Além de ser megafofo, o axolote tem uma capacidade de regeneração digna de um X-men: quando ele se machuca ou perde alguma parte do seu corpo que não seja vital (uma patinha, por exemplo), ele para de sangrar em poucos segundos e a parte perdida volta a crescer super rápido. Seu único habitat são os lagos próximos à Cidade do México e eles estão sendo dizimados ainda bebês (ok, girinos) por espécies introduzidas nos lagos, como a carpa asiática e a tilápia africana. A poluição dos lagos, assim como sua drenagem, também têm ameaçado seriamente a espécie.

 Sapo Roxo

Esse sapo é um dos mais raros do mundo! Sua espécie só foi descoberta em 2003 no sul da Índia. Muito reclusos, eles só passam 2 semanas por ano ao ar livre, durante as monções, para procriarem. Os sapos roxos passam o resto do tempo comendo cupins, enterrados em buracos a mais de 3 metros abaixo da superfície. Este sapo também é considerado um fóssil vivo, pois sua origem remonta à época em que as ilhas Seichelles, Madagascar e Índia ainda eram uma grande massa de terra - há 100 milhões de anos!


Salamandra gigante da China

A maior espécie de salamandra do mundo é essencialmente aquática e tem o metabolismo MUITO lento, podendo ficar semanas sem se alimentar. Caçada para servir como animal de estimação (!) e por causa de sua carne, esta salamandra também corre perigo de extinção por causa do uso de pesticidas, da construção de barragens e da destruição de florestas na China.

 
Caranguejo-do-coqueiro

Também conhecido como “ladrão-de-coco”, esse caranguejo ENORME se alimenta de cocos e vive pelos coqueiros em ilhas tropicais do Oceano Pacífico e Índico. Ele não é exatamente um animal ameaçado de extinção. Mas como as ilhas vulcânicas onde ele vive estão sendo constantemente devastadas (e podem vir a sumir do mapa caso as calotas polares derretam de verdade), incluimos os caranguejos-do-coqueiro nesta lista.

 
 
Fonte: Superinteressante

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RÁDIOS COMUNITÁRIAS – SERÃO ENTREGUE 70 KITS DE COMUNICAÇÃO

Pensando na democratização da informação no Maranhão, a Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (SECAP) distribu...