sábado, outubro 08, 2011

REFINARIA DA PETROBRAS JÁ É UMA REALIDADE.

Roseana fala durante visita ao canteiro de obras da refinaria.
Fotos: Handson Chagas
A governadora Roseana Sarney e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, mandaram ontem um duro recado à “turma do atraso” que ainda tenta pôr dúvidas na instalação da refinaria da Petrobras no Maranhão: o projeto está consoliado e não tem mais retorno. Melhor: vai transformar a economia do estado e da região.
“Precisamos pôr fim às duvidas na consciência de algumas pessoas. Alguns têm dúvidas de má fé, o que é completamente deplorável”, disse Lobão. A refinaria é uma realidade. Quem não quer ver é porque não quer ver. São pessoas que não acreditam no potencial do Maranhão”, completou Roseana.

Refinaria terá 25 km de canais para escoar águas
das chuvas. Terraplenagem está a todo vapor
“Precisamos pôr fim às duvidas na consciência de algumas pessoas. Alguns têm dúvidas de má fé, o que é completamente deplorável”, disse Lobão. A refinaria é uma realidade. Quem não quer ver é porque não quer ver. São pessoas que não acreditam no potencial do Maranhão”, completou Roseana.

A governadora, o ministro, o também ministro Gastão Vieira (Turismo), o senador Edinho Lobão (PMDB), o vice-governador Washinton Luiz (PT), o presidente da Assembleia, Arnaldo Melo (PMDB), dirigentes da Petrobras, deputados, prefeitos, secretários e autoridades visitaram nesta sexta-feira pela manhã o canteiro de obras.

Os números impressionam. Com capacidade para processar 600 mil barris/dia, a Premium 1 será a maior refinaria do Brasil e a quinta do mundo. Segundo Lobão, é a maior obra em andamento no mundo. O empreendimento entrará em operação em duas fases, ambas com capacidade para processar 300 mil barris por dia. A primeira etapa está prevista para ser concluída em 2016 e a segunda, em 2019.

Estão sendo investidos R$ 40 bilhões no projeto, recurso já garantido no orçamento da Petrobras, de acordo com o diretor de abastecimento da companhia, Paulo Roberto Costa. Serão gerados cerca de 132 empregos diretos, indiretos e por efeito renda. No pico dos serviços, por volta de 2014, o canteiro de obras deve reunir 32 mil trabalhadores.

A área total da refinaria é de 20 km², o equivalente a 2.800 campos de futebol. Atualmente cerca de 3,5 mil operários trabalham nos serviços de terraplenagem – 70% deles maranhenses -, que deve ser concluído no final de 2012. A terraplenagem ocupará 10 km². No canteiro de obras existem mais de 700 equipamentos – 400 caminhões basculantes e 78 escavadeiras.

Para escoamento da água das chuvas estão sendo construídos 25 km de canais que em alguns trechos chegam a 60 metros de largura. A Prefeitua de Bacabeira já recebeu R$ 3,6 milhões em impostos na fase atual, 17% dos serviços estão concluídos.

A refinaria produzirá para a Europa e Estados Unidos combustível de alta qualidade como diesel, querosene de aviação, nafta petroquímica, gás de cozinha e bunker (combustível para navios). A Petrobras vai construir um porto no Rio Mearim e uma rede de dutos de 60 km para atender essa primeira fase do investimento.


“Essa é uma obra transformadora que mudará a economia do Maranhão”, disse Lobão. “O Maranhão tem hoje uma carteira de investimentos de R$ 100 bilhões com projetos espalhados em várias partes do estado. A nossa expectativa, para este ano, é que o Maranhão seja o estado que mais cresceu do Brasil. Deveremos bater 10% de crescimento”, comemorou Roseana.
Fonte: Décio Sá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPLEXO COHATRAC: APRSENTAÇÃO DO COMANTENTE DO 20º BATALHÃO DO COHATRAC

Coronel Cutrim com o Capitão Ricardo Foi apresentado nesta quinta-feira (19/10) para a comunidade do COHATRAC/COHAB, o Major/Coronel Cu...