segunda-feira, março 12, 2012

ESCOLA DE MÚSICA DO MARANHÃO FECHA AS PORTAS SEM PREVISÃO DE RETORNO

A Escola de Música do Estado do Maranhão (Emem) Lilah Lisboa de Araújo, adiou o início das aulas, e não tem previsão de nova data. A suspensão das aulas é recorrente de uma vistoria realizada pela Defesa Civil do Estado, no segundo semestre de 2011.
Na vistoria foram identificados riscos de desabamento em parte significativa do prédio, localizado na Rua da Estrela, Centro Histórico de São Luís. O início das aulas estava previsto para o dia 05 de março. O prédio não passa por reformas desde 2001, quando a sede da escola foi transferida para o local. 

O diretor da Emem, Professor Raimundo Luís, explicou que, no segundo semestre do ano passado, a Defesa Civil fez a vistoria no prédio, e determinou a interdição imediata de dois espaços: o poço, e o andar onde fica um mirante. "Na época da vistoria, nós até isolamos o poço, mas a palavra da Defesa Civil foi suficiente pra mostrar que a estrutura da escola está toda comprometida, necessitando de uma reforma geral," afirmou o diretor. Raimundo Luís lembrou ainda que o prédio está há quase 12 anos sem passar por uma reforma, e que a luta por melhorias no prédio vem desde 2009. "Nós encaminhamos mais de um ofício para a Secretaria de Estado da Cultura (Secma), que repassou a situação para a Sinfra (Secretaria de Infraestrutura), porque o valor necessário pra fazer a reforma era alto demais para a Secma," explicou. 
O diretor ressaltou também que, desde então, o Sinfra respondeu apenas que há outras demandas à frente. "Dessa forma, nós decidimos não iniciar as aulas por questão de segurança aos alunos." De acordo com o assessor de comunicação da Sinfra, Gilberto Leda, a obra já está em fase de licitação, a qual deve ser finalizada em abril.
Atualmente a Emem possui 600 alunos, 40 professores, e oferece 18 cursos profissionalizantes, de diferentes núcleos, como: percussão, corda e sopro.
ESCLARECIMENTOS

Durante toda a semana, a escola permaneceu aberta para esclarecimento aos alunos e entrega de uma circular que informava o adiamento das aulas e o motivo. "Nós decidimos abrir a escola durante essa semana pra esclarecer aos pais e alunos que a escola não fechou as portas, mas adiou o início das aulas para reforma," afirmou Raimundo Luís. 
A partir da próxima semana, a escola estará fechada. Raimundo Luís disse ainda que, uma vez iniciado o semestre, as aulas atrasadas serão repostas. A Emem é a única escola de música profissionalizante do Estado. Segundo o diretor, cerca de 70% dos alunos do curso de Música da Universidade Federal do Maranhão (Ufma) e Universidade Estadual do Maranhão (Uema) são da Emem. 
Fonte: Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O BRASIL SEM JEITO: O JUIZ SÉRGIO MORO LIBEROU R$ 10 MILHÕES AO CASAL JOÃO SANTANA E MONICA MOURA

Os advogados afirmam que os marqueteiros não podem “trabalhar e auferir renda para seus gastos pessoais e de suas famílias, sendo, então,...