quarta-feira, agosto 01, 2012

BOLÍVIA EXPULSA A COCA-COLA, E O McDONALD'S

O governo boliviano confirmou nesta quarta-feira que as empresas americanas Coca-Cola e McDonald's deixarão de operar no país a partir de dezembro de 2012. De acordo com a imprensa local, o ministro de Relações Exteriores David Choquehuanca informou que a decisão estará em sintonia com o fim do calendário maia e integra os festejos para celebrar "o fim do capitalismo" e "o começo da cultura da vida".

Segundo o governo, a decisão de expulsar as empresas é baseada em motivos de "saúde e cultura". "A Coca-Cola contém substâncias prejudiciais, que se associam a infartos cardíacos, derrames cerebrais e câncer", disse Choquehuanca. O ministro afirmou que o dia 21 de dezembro coincidirá com "o fim do egoísmo e da divisão", "o fim da Coca-Cola e o início do suco de pêssego".

A Bolívia também anunciou a falência do McDonald's: depois de 14 anos tentando se introduzir na cultura boliviana, arraigada em sua gastronomia tradicional, a empresa simplesmente quebrou. E todas as filiais serão retiradas do país. "Os planetas se alinham depois de 26.000 anos, é o fim do capitalismo e o começo do comunitarismo", ressaltou Choquehuanca.
Fonte: Exame.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

GESTÃO COMUNITÁRIA: A PRAÇA DAS ÁRVORES EM EXERCÍCIO DE PERTENCIMENTO

Mais um acontecimento histórico na praça das Árvores. A paisagem da praça foi alvo da câmera de 4 fotógrafos amadores que por 01 hora procu...