quinta-feira, março 22, 2012

INICIATIVA SOCIOAMBIENTAL DE PRESERVAÇÃO DA ÁGUA

Hoje, em todo o mundo, comemora-se o Dia Mundial da Água. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 22 de março de 1992. A iniciativa é uma maneira de levantar discussões sobre a importância desse bem natural à vida humana.
Apesar de o planeta Terra ser constituído por dois terços de água, apenas 0,008% é potável.
No Maranhão, a água é abundante, o Estado faz parte da segunda maior bacia sedimentar do país, a do Rio Parnaíba, juntamente com os Estados do Ceará e Piauí. Mas, os recursos hídricos maranhenses estão diminuindo a cada dia, devido ao crescimento no número de indústrias, construções de casa e, principalmente, por causa da falta de cuidados básicos com a preservação da água, como o uso indiscriminado em casas e empresas e a poluição dos rios e mares.
Na tentativa de diminuir o desperdício da água, algumas empresas estão trabalhando com iniciativas socioambientais.
A empresa Taguatur Veículos, por exemplo, implantou, desde 2003, um sistema de captação da água da chuva, que é contida e tratada, e depois utilizada para lavagem de veículos e de peças.
Além disso, a empresa reaproveita, também, a água utilizada na lavagem dos carros. "A água da lavagem é recolhida, depois passa por níveis de decantação e purificação, em filtros de carvão ativado e areia. Esse processo serve para retirar o óleo e a sujeira da água, que depois será novamente utilizada na lavagem dos veículos e na descarga sanitária da empresa", explica Messiane Melo, coordenadora de Planejamento e Gestão da Taguatur.
Essa iniciativa contribui tanto com a empresa, pois diminui os gastos com o pagamento de água, como para o meio ambiente, pois ajuda na preservação do recurso hídrico maranhense. “Depois que a empresa passou a reaproveitar a água da chuva e da lavagem de veículos, o valor da conta de água diminuiu consideravelmente, o que significa que menos quantidade de água doce está sendo utilizado, contribuindo muito para o meio ambiente”, comenta Messiane Melo.
Fonte: Imirante.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O BRASIL SEM JEITO: O JUIZ SÉRGIO MORO LIBEROU R$ 10 MILHÕES AO CASAL JOÃO SANTANA E MONICA MOURA

Os advogados afirmam que os marqueteiros não podem “trabalhar e auferir renda para seus gastos pessoais e de suas famílias, sendo, então,...